Soldado da PM mata namorada, sogra e a própria mãe

12 de agosto de 2017 as 23:41

Igor é suspeito de assassinar três pessoas antes de se matar.

Guilherme Amaral

A soldado da PM, Aline Guimarães Rodrigues, e a mãe dela, Elisabete Guimarães, foram assassinadas em Divinópolis, na madrugada deste sábado (12). O autor do crime é o namorado de Aline, o também soldado Igor Quintão Vieira. Depois do crime, o assassino viajou até Rio Pomba e matou a própria mãe, Eloisa Santa Quintão Vieira, e em seguida tirou a própria vida. Todas as mortes foram causadas por tiros.

De acordo com a Polícia Militar, Aline, de 34 anos, e Igor, de 23, faziam o Curso de Formação de Sargentos na Academia da PM, em Belo Horizonte. De folga, eles estavam juntos na casa de Aline, no bairro Sidil.

Os corpos de Aline e da mãe dela foram encontradas por volta de 11h30 deste sábado. Segundo as primeiras apurações feitas pela Polícia Civil, elas foram atingidas por um tiro na cabeça enquanto dormiam. Os dois assassinatos ocorreram por volta de 2h.

Aline e a mãe foram assassinadas em casa, no bairro Sidil.

Após o duplo assassinato, Igor viajou até Rio Pomba, na Zona da Mata, a mais de 300 quilômetros de Divinópolis. Na cidade onde a família mora, o soldado matou a própria mãe, Eloisa Santa Quintão Vieira, de 48 anos. Em seguida ele tirou a própria vida. Os corpos de mãe e filho foram encontrados em um quarto da casa, com ferimentos provocados por tiros do revólver calibre .38, que pertencia ao soldado.

De acordo com o major Flávio Santiago, chefe da sala de imprensa da PM, por volta de 6h, antes de matar a mãe, o militar enviou uma mensagem pelo WhatsApp para o irmão confessando os assassinatos e disse que cometeria suicídio.

Em nota, a Polícia Militar de Minas Gerais lamentou o ocorrido e informou que Igor estava de folga no momento dos crimes. A Polícia Civil agora investiga o que teria motivado a série de assassinatos.