32 mortes confirmadas por febre amarela em Minas

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais apresentou novo boletim epidemiológico nesta segunda-feira (23) atualizando os dados referentes à febre amarela no estado. O número de mortes confirmadas chegou à 32, sete a mais do que o registrado na sexta-feira (20).

Os óbitos confirmados ocorreram em 14 municípios. Outras 51 mortes suspeitas seguem em análise. Ao todo, Minas já soma 391 notificações, das quais 58 tiveram confirmação. Os casos e mortes são considerados confirmados quando o paciente apresenta exame positivo para febre amarela, exame negativo para dengue, exame que aponta disfunção renal, falta ou desconhecimento da vacinação, além dos sintomas compatíveis com a doença.

A febre amarela silvestre avança fazendo de 2017 o ano com mais mortes pela doença no país em uma década. Em 2008, último ano com dados disponíveis, segundo o Ministério da Saúde, 27 pessoas morreram vítimas da enfermidade.