A partir de 2025, Forças Armadas permitirão alistamento militar para mulheres

A partir do ano que vem, mulheres poderão se alistar para ingressar na carreira de soldado das Forças Armadas. O alistamento não será obrigatório como no caso dos homens. Aquelas que completarem 18 anos em 2025 já poderão iniciar em suas funções no Exército, Marinha ou Aeronáutica em 2026.

De acordo com o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, a decisão foi tomada em conversa com os comandantes militares. Atualmente, as mulheres podem integrar as Forças Armadas depois de passarem, por exemplo, pelas escolas de formação de oficiais e não por meio de alistamentos aos moldes daqueles oferecidos aos homens.

O tema, porém, gera divergências desde o início do ano. Em janeiro, ao apontar a “fisiologia feminina” como justificativa, as Forças Armadas orientaram o governo a se manifestar contra o amplo acesso de mulheres a carreiras militares, especialmente em funções de combate. A explicação apresentada foi a de que as características do gênero podem comprometer o desempenho militar.

O caso tramita em uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF).