Após conversa com CBF, clubes conseguem antecipar volta de jovens da Seleção Sub-20

Após os clubes se queixarem pela perda de atletas da equipe profissional para um período de treinos da Seleção Brasileira Sub-20, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) cedeu e aceitou reduzir de oito para cinco dias o tempo de trabalho na Granja Comary, no Rio de Janeiro, a partir do dia 3 de junho.

Com a mudança, Atlético, Cruzeiro, Palmeiras, Santos e Flamengo poderão contar com seus jovens atletas a partir de 9 de junho, dia posterior aos trabalhos realizados por Ramon Menezes, visando o Sul-Americano da Categoria, que acontece em 2025, no Peru.

A confirmação da mudança nas datas deve ser feita em breve pela CBF.

Flamengo, Corinthians e Palmeiras temiam perder os jogadores por mais tempo, já que devem perder outros jogadores convocados para a Copa América. A competição continental de seleções também começa em junho. Por outro lado, o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil não serão paralisados.

As três equipes entraram em contato com a CBF, e enviaram um ofício, tentando ajustar o calendário. O período de treinos, inicialmente, seria de 3 a 11 de junho. Por ser uma Data Fifa, os clubes são obrigados a ceder jogadores de todas as categorias.

No Palmeiras, o zagueiro Vitor Reis, o meia Luís Guilherme e o atacante Estêvão foram convocados. No Corinthians, o meio-campista Breno Bidon e o atacante Wesley foram chamados. No Flamengo, o meia Lorran foi convocado. Todos fazem parte do grupo profissional das equipes e são utilizados pelos treinadores.

O zagueiro Iago e o volante Rayan Lucas, do Flamengo, assim como o goleiro Felipe Longo, do Corinthians, também foram chamados por Ramon Menezes. No entanto, eles não fazem parte dos elencos principais.

Em Minas, o goleiro Robert Assunção e o atacante Alisson Santana, ambos do Atlético e o goleiro Otávio e o atacante Robert, do Cruzeiro, foram convocados para o período de treinamentos no Rio de Janeiro.