Boletim atualiza 51 mortes por Febre Amarela em Minas

A Febre Amarela já matou 51 pessoas em Minas Gerais desde o início de 2017. Até a última atualização do boletim epidemiológico estadual, ontem (2) à tarde, 777 casos foram notificados, dos quais 128 evoluíram para morte.

Do total de suspeitas, 37 foram descartadas e 138 tiveram a confirmação. Minas Gerais é o estado com mais casos no país, que já registrou 901 suspeitas da doença, também até ontem à tarde, de acordo com o Ministério da Saúde.

A prevenção à doença é feita com a vacinação. Bastam duas doses durante toda a vida para ser imunizado. E é nela a principal aposta do ministro da Saúde, Ricardo Barros, para o controle do surto de Febre Amarela no Brasil. Ele disse esperar que o contágio caia à medida que aumente a cobertura vacinal.

Pelo menos 708 casos permanecem em investigação em todo o país, com 151 confirmações e 42 descartes. O total de mortes confirmadas em todo o Brasil é de 54, apenas três fora de Minas.

São 143 mortes suspeitas, das quais 86 ainda são investigados e três foram descartadas. Além de Minas, Espírito Santo, Bahia, São Paulo e Tocantins continuam com casos investigados ou confirmados.