Bombeiros retornam para Minas após realizarem mais de 1 mil salvamentos no Rio Grande do Sul

Os militares do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais realizaram, em uma semana, 1.313 salvamentos de pessoas vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Os bombeiros ainda fizeram o resgate de 22 animais nesta, que foi a ação com a maior equipe em missões especiais executada fora de Minas Gerais neste ano.

Na quinta-feira (9), a equipe de 28 bombeiros enviados ao estado gaúcho começou a retornar para Minas Gerais. No entanto, o efetivo continua à disposição para novos apoios. Além disso, o governo de Minas segue atuando com auxílio de outros militares, aeronaves e equipes técnicas da Copasa e da Cemig, para o restabelecimento do fornecimento de água e da energia elétrica.

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG) começou a atuar nas cidades gaúchas no domingo (2), logo no início do aumento do volume de fortes chuvas que castigaram o estado. Os militares atuaram principalmente na capital Porto Alegre, além das cidades de Bento Gonçalves, Canoas e São Leopoldo.

Com auxílio de aeronaves preparadas para o transporte de vítimas e cães farejadores, a equipe se dedicou a efetuar resgates aéreos de forma rápida, além de trabalhar em casos de soterramento, devido à experiência da corporação.

A experiência dos bombeiros mineiros em situações extremas, como as tragédias de Brumadinho e Mariana, e em missões internacionais na Turquia, Moçambique e no Haiti, ajudaram a corporação a prestar um trabalho ágil e eficiente.

Parte dos militares retornou na aeronave Caravan e desembarcou em Belo Horizonte na quinta-feira (9), enquanto outros bombeiros farão o translado por terra, em carros e caminhões. A expectativa é que toda a equipe esteja em Minas Gerais até o sábado (11).

Receba as reportagens da Sucesso FM em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/FY6eiEhen390iLLOqJLg3H