Brasil fecha 2016 com queda de 13 milhões de linhas móveis

O ano de 2016 fechou com 244.066.759 de linhas móveis em operação, uma queda de 5,3%, em comparação com 2015, e redução de 13,7 milhões de linhas.

A queda do número de acessos móveis no ano passado foi consequência da redução da tarifa de interconexão (cobrada entre empresas fixas e móveis) e do valor de remuneração de uso de rede, praticados entre as operadoras.

Com preços menores das ligações de uma empresa para a outra, os consumidores cancelaram os chips de diferentes prestadores. A crise econômica também contribuiu para encolhimento da base de acessos móveis.