Confecção em Divinópolis fecha 2016 com corte de empregos

A confecção divinopolitana sofreu mais com o corte de vagas de trabalho com carteira assinada, quando se compara a outros quatro polos mineiros nos últimos dois meses do ano. De acordo com dados do Núcleo de Pesquisas do Vestuário (Nupev) do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), foi o terceiro polo com maior volume de postos formais finalizados.

De acordo com a pesquisa, foram encerradas em novembro e dezembro 259 oportunidades em Divinópolis. Foi o maior volume entre os polos confeccionistas. Na sequência, aparece Juiz de Fora, com 198 vagas finalizadas.  Formiga (98), Belo Horizonte (82) e Muriaé (69) são os outros polos confeccionistas de Minas Gerais a encerrar oportunidades nos dois últimos meses de 2016.

No ano, Divinópolis fechou 387 oportunidades de trabalho no setor confeccionista. No entanto, Belo Horizonte com 800 e Juiz de Fora 707, são os dois polos com maior corte de oportunidades em 2016 dentro de Minas Gerais.

Fonte: Jornal Agora