NO AR:

23h às 0h


Ouça agora!
Baixe nosso Aplicativo


Cuidados simples com a alimentação podem evitar intoxicações alimentares




As altas temperaturas características do verão podem facilitar a proliferação de microrganismos na comida, ocasionando as chamadas Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA). A contaminação pode acontecer tanto em alimentos de origem animal, quanto vegetal, frescos ou processados, incluindo a água. Por isso, algumas medidas preventivas de higiene e cuidado devem ser adotadas com a comida feita em casa e também com produtos vendidos por estabelecimentos comerciais.

A contaminação dos alimentos pode ocorrer de diferentes maneiras, como falta de higienização das mãos, das superfícies da cozinha e dos utensílios utilizados no preparo da comida. Outros fatores como a umidade do ar, animais domésticos, lixo e água utilizada no preparo também podem contribuir para uma possível contaminação.

De acordo com a Diretoria de Vigilância em Alimentos da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), a qualidade sanitária da comida é uma das principais condições para a promoção e manutenção da saúde durante o verão.

Além de manter as mãos, recipientes, cozinha e utensílios bem limpos, a pessoa deve ter o cuidado de preparar os alimentos no horário mais próximo possível do consumo. Também não deve deixar que a comida permaneça exposta à temperatura ambiente, armazenar os alimentos perecíveis com boa vedação dando preferência para as embalagens de vidro e protegidas do sol.

Cuidados especiais devem ser tomados com o armazenamento de queijo branco, embutidos, carnes, molhos, patês e bolos recheados. Por fim, deve-se manter os alimentos que necessitam de refrigeração dentro de freezers ou refrigeradores até o momento do consumo, guardando imediatamente após a alimentação.

Alimentação fora de casa

Para quem prefere comer fora de casa é importante verificar as condições de organização e limpeza do estabelecimento. Os funcionários devem utilizar proteção nos cabelos, ter as unhas das mãos curtas, sem esmaltes e limpas. Não é permitido o uso de barba, anéis, alianças, pulseiras e brincos e os uniformes devem estar higienizados e em bom estado de conservação.

Outra questão que deve ser observada é se existem funcionários específicos para as diferentes tarefas executadas no local. Manipuladores de alimentos não devem trabalhar no caixa, por exemplo.

Irregularidades

Em caso de situações irregulares em estabelecimentos, o cidadão pode fazer uma denúncia junto aos serviços de Vigilância Sanitária do município. Em Divinópolis, os telefones da Vigilância Sanitária para denúncias são o 3229-6866 e o 3229-6870.

Fonte: Secretaria de Estado de Saúde


Mais Notícias


Nossos Programas



Super 8
Breaking News
Tarde Legal

Av. 21 de Abril, n° 360, Salas 101 e 102
Centro - Divinópolis/MG
Tel: 37 3229-9393