Ex-empresários da RBH acusados de golpe imobiliário serão ouvidos em Divinópolis em novembro  

22 de outubro de 2019 as 17:19

Os ex-proprietários da Construtora RBH, Péricles Hazana Marques Junior, Sandra Mara Oliveira e Rafael Marques, que são acusados de aplicar um golpe no mercado de imóveis, serão ouvidos nos próximos dias, na Comarca de Divinópolis. A defesa dos envolvidos entrou com pedido para que eles fossem ouvidos por videoconferência, o que foi negado pelo juiz Christiano de Oliveira Cesarino. 

O magistrado se baseou no artigo 185, do Código de Processo Penal que prevê que depoimentos através de videoconferência, só podem ser realizados em caráter excepcional para réu que está preso, o que não se aplica ao caso, já que os três estão soltos em Itajaí. Na alegação, o juiz diz ainda que a concessão da Liberdade Provisória aos acusados impôs o compromisso de comparecer a todos os atos do processo.

O golpe, de acordo com o processo, se refere à venda de várias unidades residenciais em três edifícios, Paris, Londres e Lisboa, que não foram entregues pelos construtores. Na época, eles fugiram para a cidade de Itajaí em Santa Catarina, sendo posteriormente presos e enviados ao presídio Floramar, porém soltos após pedido de habeas corpus pela defesa. 

O depoimento na comarca de Divinópolis está marcado para o mês de novembro.