Inspeção da produção de cachaça em Minas buscará trazer produtores para o mercado formal

11 de junho de 2015 as 11:37

O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), fará a partir de janeiro de 2016 a inspeção e fiscalização da produção de cachaça em Minas Gerais, assim como a de polpa de frutas.

Para isso foi assinado um protocolo de intenções entre as duas instituições e o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), para delegar essas competências ao instituto.

Segundo o IMA, a inspeção e fiscalização feitas pelo Instituto pretendem contribuir para que os produtores que hoje operam na informalidade possam trazer a sua produção para o mercado formal. Com isso, o produtor terá seu produto registrado e legalizado junto aos órgãos competentes, podendo ampliar sua comercialização, inclusive para novos mercados, e o consumidor, que terá acesso a produtos com segurança alimentar e origem sanitária garantida.

Em Minas Gerais há cerca de 750 produtores de cachaça registrados no Ministério da Agricultura. Em contraponto, estima-se que o número de produtores informais possa chegar a 20 mil.

Fonte: IMA

 

Administrador dos sistemas de gerenciamento da Brustin Creative Internet Agency