Investigado o primeiro caso de morte suspeita por febre maculosa em Divinópolis

21 de outubro de 2019 as 16:31

A Fundação Ezequiel Dias investiga a primeira morte em 2019,  por suspeita de febre maculosa. A vítima é um idoso de 76 anos, que morava próximo ao Rio Itapecerica, no Bairro Candelária e morreu na sexta-feira (18), porém, o caso só foi divulgado pela Prefeitura nesta segunda-feira (21).

A assessoria de comunicação da Prefeitura informou que apesar da suspeita, os carrapatos encontrados no corpo da vítima não tem as características do carrapato estrela, que é o transmissor da febre maculosa.

Em 2018 foram confirmados sete casos de febre maculosa na cidade, 24 notificações e quatro óbitos. O resultado do exame, que determinará a causa da morte do idoso, deverá ser divulgado em prazo de 30 dias.