LIRAa aponta alta do índice para situação epidêmica em Cláudio

O último Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) realizado em Cláudio entre 9 e 12 de janeiro revela dados preocupantes. O estudo mostra que há médio risco para epidemia na cidade com índice de 3,6%. Acima de 4% indica situação de alto risco para epidemia.

O estudo recente mostra também que 85% dos focos de Aedes aegypti foram encontrados na área externa dos domicílios, sendo os depósitos dominantes aqueles utensílios que podem ser descartados ou removidos como garrafas pet, lixo, tambores, latas, plásticos entre outros.

A Vigilância Epidemiológica do município ressalta que a preocupação é maior na região do bairro Bela Vista e São Geraldo onde o Índice de Infestação Predial Individual ficou acima de 5%.

No LIRAa anterior realizado entre os dias 17 e 19 de outubro de 2016 a situação já era de médio risco, mas com índice menor, de 1,3%.