Mantida a data de retirada de camelôs da Rua São Paulo para o dia 1º de dezembro

8 de novembro de 2019 as 17:20

Forças de segurança e Secretaria Municipal de Fazenda se reuniram nesta sexta-feira no Centro Administrativo da Prefeitura de Divinópolis, para apoiar e ratificar a decisão já anunciada pelo Município, de retirada dos vendedores ambulantes do Camelódromo da Rua São Paulo, que tem como base, uma cobrança do Ministério Público de Minas em relação à mobilidade urbana.

Foto: Divinews

Durante o encontro, foi confirmada a informação de que o camelódromo abriga, além de barracas para comércio popular, práticas de crimes, dentre elas o comércio de medicamentos abortivos e, até mesmo, de armas. A ideia é ampliar o espaço ocupado pelo Centro de Comércio Popular, revitalizando o local e priorizando o tráfego de pedestres, através da construção de uma praça, semelhante á existente no quarteirão superior á Avenida Primeiro de Junho, em frente à Câmara Municipal. A retirada dos ambulantes do local foi mantida para 1º de dezembro. Alguns ocupantes já sinalizaram a desocupação voluntária da área.

Participaram da reunião o prefeito Galileu Machado e os representantes das secretarias de Governo, Administração, Trânsito, Meio Ambiente e Planejamento, Serviços Urbanos, Procuradoria Geral do município, além de representantes da Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Receita Federal.