Minas confirma seis novas mortes por Febre Amarela

Simião Castro

Nove novos casos e seis outras mortes foram confirmadas para Febre Amarela em Minas Gerais, de acordo com o boletim epidemiológico mais recente divulgado ontem (24) à tarde pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Até agora são 38 mortes e 67 casos no total.

As novas suspeitas alcançaram estabilização desde segunda-feira (23). Foram apenas duas as notificações de lá para cá, subindo de 391 para 393 casos sob investigação. A única mudança nas regiões afetadas é o aparecimento de uma suspeita no Sul de Minas. A maior concentração de casos permanece na Zona da Mata e vales do Rio Doce e Mucuri.

Entretanto, a doença já apareceu no Espírito Santo – com uma confirmação de caso e três mortes suspeitas – e em São Paulo – com três mortes confirmadas, uma delas importada de Minas.

A forma mais eficaz de prevenção é a vacina, indicado no momento para as pessoas que nunca foram imunizadas e vão viajar ou já moram em áreas rurais ou silvestres. A doença é transmitida pela picada de dois mosquitos. Um deles, o mesmo da Dengue.