Minas Gerais registra mais de 3 mil estupros de crianças e adolescentes por ano

O abuso sexual de crianças e adolescentes é um crime que vem chamando a atenção em Minas Gerais devido ao aumento no número de casos. Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), nos três primeiros meses de 2024, foram registrados 789 estupros de vulnerável, ou seja, quando a vítima tem até 14 anos.

Em todo o ano de 2023, foram registrados 3.420 estupros e em 2022, foram 3.133. Segundo a juíza da Vara Especializada em Crimes Contra A Criança e o Adolescente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, TJMG, Herilene de Oliveira, a estatística dimensiona a criminalidade, mas não consegue traduzir a dor das vítimas dessa violência física e emocional. Quem sobrevive, nunca esquece.

O anuário mais recente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostrou que a casa da vítima é o local onde a maioria dos abusos acontece e em mais de 70%  dos casos, o estupro é cometido por um parente.

De acordo com a legislação brasileira, para o estupro de vulnerável, a pena é de 8 a 15 anos, sendo aumentada no caso de lesão corporal grave, para de 10 a 20 anos e no caso de morte, de 12 a 30 anos.

Receba as reportagens da Sucesso FM em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/FY6eiEhen390iLLOqJLg3H