NO AR:

12h às 13h


Ouça agora!
Baixe nosso Aplicativo


Mototaxistas e profissionais que usam a moto para trabalhar têm direito a adicional de periculosidade




Muitos profissionais do ramo não sabem, mas o adicional de periculosidade é devido aos trabalhadores que exercem atividades que colocam a sua vida em risco.

O artigo 193, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) preconiza que, são também consideradas perigosas as atividades de trabalhador em motocicleta”.

De acordo com o advogado Eduardo Augusto Silva Teixeira, todos os empregados que utilizam a motocicleta para desenvolver sua atividade, como os motoboys por exemplo, de acordo com a CLT, têm direito ao recebimento do adicional de periculosidade, na proporção de 30%.

Entretanto, ainda segundo ele, vale ressaltar que esse adicional somente será pago aos trabalhadores com vínculo empregatício. Um colaborador sem vínculo, a exemplo de entregadores de aplicativo, não estão incluídos.


Mais Notícias


Nossos Programas



Baixa a Aguia
Segunda Categoria
Super 8
Breaking News
Tarde Legal

Av. 21 de Abril, n° 360, Salas 101 e 102
Centro - Divinópolis/MG
Tel: 37 3229-9393