Nascentes das Gerais pode ser multada em R$22 milhões por atraso de obras na MG-050

A novela entre o Estado e a Concessionária Nascentes da Gerais parece não ter fim. Depois de aumentar o pedágio na MG-050 em quase 8% no início de fevereiro, a empresa foi multada em R$23 milhões por não cumprir os contratos com o Estado. Alguns prazos venceram em 2014 e os serviços incluem a duplicação da rodovia e a construção de uma trincheira do Centro Industrial de Divinópolis.

O presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid), Leonardo Santos Gabriel, esteve Belo Horizonte na última quarta-feira (8), para se reunir com o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Murilo Valadares, e com o chefe da Assessoria Jurídica da Secretaria Geral da Governadoria do Estado, Sheldon Almeida.

Durante a reunião, Leonardo Gabriel teve acesso à multa aplicada pelo Estado à concessionária no valor de R$23 milhões. A punição foi adotada com o objeto de recurso por parte da Nascentes, porém, o agravo não foi aceito e a sentença foi reformada nesta semana no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

Na próxima sexta-feira (17), será realizada uma audiência na Advocacia Geral do Estado entre representantes do Governo de Minas e da Concessionária, com o objetivo de buscar uma solução para o cronograma de obras da MG-050. Em nota, a empresa disse não ter conhecimento de nenhuma multa por atraso no cumprimento do cronograma de obras.

Fonte: Jornal Agora