Polícia Penal de Minas embarca para o RS para prestar assistência prisional

Trinta policiais penais do Comando de Operações Especiais (Cope), do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen), embarcaram para o Rio Grande do Sul, onde vão apoiar o sistema prisional do estado atingido pela tragédia climática.

De acordo com o executivo estadual, a previsão é que a equipe permaneça por pelo menos 15 dias no RS. “Com a tragédia, muitos presídios ou penitenciárias estão alagados ou ilhados. A equipe vai poder contribuir para minimizar qualquer sensibilidade na segurança e, também, reforçar o quadro de profissionais dos locais“, detalhou o governo de Minas.

Nossa intenção é reforçar a custódia em unidades que precisam de reforço e contribuir com todo o sistema de segurança do Rio Grande do Sul. Estamos enviando uma equipe altamente preparada e extremamente disposta para toda e qualquer ajuda necessária neste momento tão difícil“, destacou o diretor-geral do Departamento Penitenciário de Minas Gerais, Leonardo Badaró.

O Cope é o grupamento especial da Polícia Penal de Minas responsável por agir em ocorrências de alta complexidade dentro das unidades prisionais, com o objetivo de manutenção da ordem.

A comitiva com os policiais penais será a responsável, ainda, pelo encaminhamento de 4,5 mil litros de água mineral arrecadados pelo Serviço Social Autônomo (Servas), do Governo de Minas, para as vítimas da tragédia.

Para isso, um ônibus do Cope seguirá em comboio, lotado das doações, com o ônibus do Corpo de Bombeiros Militar de Minas (CBMMG), que levará os 30 profissionais da Polícia Penal para atuação no Sul, além de três viaturas utilitárias do sistema prisional mineiro.

Receba as reportagens da Sucesso FM em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/FY6eiEhen390iLLOqJLg3H11