Prefeitura anuncia Plano Contingencial de Inverno; medidas começam a ser adotadas neste sábado (1º)

Foi divulgada nesta semana, pela Prefeitura de Divinópolis, o Plano Contingencial de Inverno, com as medidas extras que serão adotadas a partir do dia 1º de junho, pelos serviços de atendimento à população de rua, a fim de reduzir os impactos das baixas temperaturas.

Durante o período do frio, terá um aumento da equipe da abordagem social, promovendo o atendimento das pessoas em situação de rua, garantindo os direitos socioassistenciais e, principalmente, que crianças não estejam em situação de rua e/ou trabalho infantil. Serão distribuídos cobertores, agasalhos e meias, oferecendo condições dignas e de proteção àqueles que desejam permanecer nas ruas.

O serviço de abordagem vai ampliar o acesso ao Cadastro Único e à renda mínima, garantindo acesso à renda do Programa Bolsa Família, para que o usuário alcance uma maior autonomia e acesso a moradia própria (pensão, hotel, entre outros).

A abordagem social também fará ações de destaque para o encaminhamento dos usuários aos serviços de acolhimento, além de promover momentos de orientações sobre os riscos da hipotermia, causada pela queda na temperatura corporal. A iniciativa visa aumentar o número de acolhidos e o alcance das vagas disponibilizadas nas casas de passagem e acolhimento.

A Casa de Passagem São Francisco e a Casa de Acolhimento Madre Tereza de Calcutá deixarão as regras mais flexíveis, para a permanência do indivíduo no acolhimento. Dessa forma, as casas vão reconsiderar o retorno daqueles usuários que voluntariamente pediram seu desligamento a partir do Plano Individual de Atendimento (PIA) e avaliação psicossocial.

A Casa de Passagem São Francisco também vai ofertar banhos e refeições, diariamente, das 13h às 16h, além de um grupo de acolhida. A ação promove o atendimento diário das pessoas que buscam pela higiene e alimentação, orientações e acolhimento.