Prefeitura pode usar força policial para retirar camelôs da Rua São Paulo

9 de outubro de 2019 as 14:22

Os ambulantes que ocupam o camelódromo na Rua São Paulo, no centro de Divinópolis, já foram notificados para que desocupem o espaço até 1º de dezembro. A alegação da prefeitura para a retirada é de que o local é incompatível com a lei federal de mobilidade urbana e por isso o espaço será desativado.

Em relação ao prazo dado pelo município, os comerciantes afirmam que foram pegos de surpresa pela notificação e que eles ainda não têm para onde ir. O presidente da Associação dos Vendedores Ambulantes, Wilson Gonçalves de Sousa, disse que algumas opções foram oferecidas, como a Rua Pitangui, mas que por ser distante da área central, a categoria seria prejudicada.

Segundo o município, as mais de 70 pessoas que trabalham no local terão que procurar um novo espaço de trabalho por conta própria, porque a Prefeitura alega não ter responsabilidade sobre eles. Uma ação já está montada pela Prefeitura, que pretende usar, se necessário força para a retirada dos comerciantes do local, segundo informou o procurador geral do município Wendel Santos.