NO AR:

23h às 1h


Ouça agora!
Baixe nosso Aplicativo


Primeiro encontro regional do PSL acontece em Divinópolis neste sábado

14 de fevereiro de 2020 as 10:17



O primeiro aspirante à cadeira da Prefeitura deve estar próximo de oficializar sua pré-candidatura. O empresário Fernando Malta (PSL), presidente da comissão provisória do partido na cidade, pode cravar seu nome durante o encontro regional da sigla em Divinópolis, marcado para amanhã (15), às 10h. O evento vai reunir filiados e representantes políticos do partido, incluindo deputados.

Desde quando o presidente Jair Bolsonaro anunciou sua saída do PSL e a criação de um novo partido, seus apoiadores aguardam para se filiarem à nova legenda. Malta, no entanto, revelou que, ao menos neste ano, o Aliança Pelo Brasil – partido que Bolsonaro tenta fundar – não é uma possibilidade para quem pretende se candidatar a algum cargo no pleito de outubro.

— A gente tinha conhecimento de que o Aliança Pelo Brasil não ficaria estruturado juridicamente a tempo das eleições deste ano. Ele está se fazendo para as eleições de 2022. Iniciamos o trabalho no PSL junto ao Bolsonaro quando fundamos o partido em Divinópolis, em apoio a ele. Sabendo da impossibilidade de o Aliança se compor para essas eleições, optamos pela permanência no PSL. Este é um dos partidos com maior tempo de TV no país. Nós não poderíamos perder isso porque precisamos expor nossas ideias, expor para população o que poderemos fazer por Divinópolis — argumentou.

Fernando Malta coordenou a campanha de Bolsonaro da região e ainda é um dos seus principais apoiadores. Apesar de permanecer no PSL, afirma que seguirá e apoiará o presidente, independentemente de sigla partidária.

— A gente vem fazendo um trabalho em nível estadual pró-Bolsonaro há dois anos e continuamos com ele, independente de questão partidária. Ele [Bolsonaro] teve um desconforto com o presidente do partido [Luciano Bivar], não com as pessoas que o integram, tanto que, no Brasil, a maioria das pessoas que estavam continuaram no PSL para eleições municipais — explicou.

Corrida eleitoral

O empresário admitiu que seu nome é o favorito do PSL para disputar a Prefeitura.

— Fui realmente o indicado por toda a cúpula do partido, desde antes de o Bolsonaro sair, para disputa da Prefeitura. Estamos com o nome à disposição do grupo e provavelmente será o escolhido para a disputa — revelou.

De acordo com Fernando, o intuito do partido que ele preside é deixar que a população entenda as ideias e propostas.

— Diferente de outros políticos, que querem saber o que pode ser feito para eles, nós queremos voltar o ar progressista para Divinópolis. Ter orgulho de se chamar de “Princesinha do Oeste”, que sumiu do mapa. Vamos resgatar e colocar a cidade de volta nos trilhos do progresso — prometeu.

Conforme Malta, formação de chapa será definida nos próximos 15 dias, mas é certo que o partido terá disputa à Prefeitura.

— Agora nós vamos definir se vamos de carreira solo: um grupo só do PSL; ou se vamos compor a chapa com alguém. Mas uma coisa a população pode ter certeza: a velha política não terá espaço no PSL. Não deixaremos ninguém envolvido na velha política, como os atuais vereadores – nada contra eles – mas queremos renovação, então temos um grupo totalmente diferenciado do que temos hoje — cutucou.

Encontro

O evento de amanhã é aberto ao público e Malta convidou a população para “confraternizar” e explicou que é uma oportunidade de levar a conhecimento público as propostas do PSL para Divinópolis.

— Em ano de eleição, a população precisa se atentar e se inteirar para que não erre e coloque pessoas que não deveriam, mas estão no poder. Nós estamos fazendo um trabalho com um grupo interessado a se candidatar a um cargo no legislativo, além de pré-candidatos a prefeito. É mais uma confraternização para que exista uma interação com a população, não só de Divinópolis, como em âmbito regional — apontou.

 

Com Jornal Agora


Mais Notícias


Nossos Programas




Rua Pernambuco, 559 - 10º andar
Centro - Divinópolis/MG
Tel: 37 3229-9393