Sem investimento, futuro da UFSJ ainda é incerto

11 de setembro de 2019 as 10:32

Na Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ) Campus Dona Lindu, em Divinópolis, os alunos vivem com incertezas, sem saber se as práticas, projetos e bolsas de estudo continuarão funcionamento. Isso porque o Ministro da Educação (MEC) anunciou o corte de R$17 milhões em verbas das universidades e institutos federais em todo o país.

De acordo com a diretora de Relações Públicas do Diretório Acadêmico (DA) da UFSJ, Débora Oliveira, os últimos dez anos foram de investimentos, ampliação de vagas e diversos avanços e criação de programas. Agora, o campus que é voltado para a área da saúde e presta serviços públicos à cidade passa por um momento de crise e sucateamento.

Débora ressalta a importância social e econômica da universidade para o município e os benefícios que as pesquisas geram na produção de ciência em todo o Brasil. Segundo ela, sem as bolsas oferecidas pelo governo, as pesquisas foram paralisadas e o retrocesso é inevitável a longo prazo.