Supremo gastou R$ 39 mil com segurança de Dias Toffoli em viagem para assistir final da Champions League

O Supremo Tribunal Federal (STF) pagou R$ 39 mil em dinheiro público a um segurança que acompanhou a viagem à Inglaterra do ministro Dias Toffoli entre os dias 25 de maio a 3 de junho. A informação sobre os gastos com a equipe de segurança do ministro foi divulgada nesta quinta-feira (6) pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

No sábado, dia 1º de junho, o ministro do STF acompanhou a final da Champions League, maior torneio de clubes da Europa, que terminou com a vitória de 2 a 0 do Real Madrid contra o Borussia Dortmund, no estádio Wembley, em Londres.

Segundo o jornal, Toffoli assistiu à partida no camarote do empresário Alberto Leite, dono da FS Security, uma agência de segurança digital.

Em resposta à uma matéria do jornal “O Globo”, sobre a presença no camarote do empresário, o ministro afirmou que ele arcou com os custos das passagens, hospedagem e demais despesas de consumo. Ele, no entanto, não esclareceu os gastos com os serviços de segurança pessoal.

O valor das diárias do segurança do ministro constam no Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), plataforma do governo federal para ordens de pagamento do poder público.