Suspeitos de incendiar loja de chinês no interior de Minas são presos em São Paulo

As investigações continuam visando apurar, inclusive, a motivação do crime

Dois homens, de 26 e 36 anos, foram presos nesta quarta-feira (5) em São Paulo, suspeitos de incendiar uma loja de variedades em Campo Belo, na região Oeste de Minas. O fato ocorreu no dia 16 de março.

As prisões ocorreram em ação conjunta das polícias civis de Minas (PCMG) e de São Paulo (PCESP), no âmbito da operação Inferno Chinês, nome que faz referência à nacionalidade do proprietário do estabelecimento.

“Na oportunidade, também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, sendo arrecadados na casa de um dos suspeitos 630 papelotes de cocaína, balanças de precisão e uma munição calibre 45. Por esse motivo, ele foi detido em flagrante e encaminhado para a Delegacia Geral de Polícia Civil de São Paulo.

De acordo com a Polícia Civil de Minas, os criminosos atearam fogo em uma loja de artigos de papelaria, brinquedos, presentes e entre outros itens, localizada no Centro de Campo Belo. As chamas se alastraram rapidamente, destruindo totalmente o imóvel, que estava vazio no momento em que as chamas começaram.

“As investigações continuam visando apurar, inclusive, a motivação do crime”, informa a PC de Minas.