Vacina contra febre amarela deve ser tomada 10 dias antes de viagens para áreas de risco

Os Ministérios do Meio Ambiente e da Saúde reforçam aos interessados em viajar para unidades de conservação, em áreas de ocorrência da febre amarela, sobre a importância de tomar a vacina contra a doença. O período atual é responsável pelo maior registro de número de casos em grande parte do Brasil.

Unidades de conservação e locais com matas e rios, onde o vírus e seus hospedeiros ocorrem naturalmente, são identificadas como áreas de risco. A doença é transmitida somente pela picada de mosquitos infectados.

De acordo com o Ministério da Saúde, pessoas que desejam viajar para áreas com recomendação de vacina devem receber a primeira dose pelo menos 10 dias antes da viagem. A vacinação é recomendada a partir dos nove meses de idade, conforme orientações do Ministério da Saúde.

Site tira dúvidas

 No endereço eletrônico saude.mg.gov.br/febreamarela o cidadão encontra orientações sobre vacinação, dicas de prevenção, respostas para as perguntas mais frequentes e as últimas notícias relacionadas ao assunto.

A ideia é desvendar mitos e levar informações claras e atualizadas à população. As principais dúvidas dos cidadãos estão relacionadas à vacinação. O Ministério da Saúde recomenda a vacinação às pessoas (homens e mulheres) que residem ou viajam para regiões silvestres, rurais ou de mata.