Vereador de Carmo do Cajuru suspeito de abusar sexualmente de crianças já está no Floramar

O vereador de Carmo do Cajuru conhecido como “Carlos Henrique da Rádio”, foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (8) e já está detido no Presídio Floramar, em Divinópolis. Ele é suspeito de estuprar cinco vítimas, além de ser indiciado pelos crimes de tentativa de estupro de vulnerável e satisfação de lascívia mediante a presença de criança.

As investigações sobre os atos de Carlos Anderson da Silva, de 45 anos, começaram há aproximadamente um mês quando a Polícia Civil recebeu as primeiras informações de que o investigado teria abusado sexualmente de algumas crianças.

Foram verificadas todas circunstancias e apurado que pelo menos seis crianças, com idades entre 07 e 11 anos, foram vítimas de Carlos, sendo que em uma delas chegou a ocorrer a prática de ato sexual, comprovado por um exame de corpo de delito, e com as outras a prática de ato libidinoso.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Weslley Amaral de Castro, os fatos ocorrem há pelo menos dois anos e todas as crianças foram categóricas em relatar com detalhes os abusos. Além do mais, ficou comprovado que todas elas eram carentes e, para atraí-las, o investigado as chamava a sua residência/sítio com o subterfúgio de nadarem, cuidar de animais e assistir filmes, oportunidade em que praticava os abusos e ainda assistia filmes pornográficos defronte a elas, quando também se masturbava.

No cumprimento do mandado de prisão preventiva e busca e apreensão foram apreendidos seis HDS externos; cinco pendrives, seis celulares, uma câmera fotográfica, vários DvDs, quatro fotos de vítimas e duas mochilas infantis novas, com cadernos e lápis, que provavelmente seriam dadas de presente.

O delegado ainda informou que agora o material apreendido será analisado a fim de se verificar a existência de conteúdo pedófilo, bem como a existência de eventuais outras vítimas até o momento não identificadas.

“Carlos Henrique da Rádio” foi o vereador mais bem votado nas últimas eleições municipais em Carmo do Cajuru, com 674 votos, e já foi detido pela polícia por calúnia. Ainda na manhã desta quarta-feira, ele foi encaminhado ao Presídio Floramar, em Divinópolis.