NO AR:

16h às 20h


Ouça agora!
Baixe nosso Aplicativo


Volante Elias aciona Atlético na Justiça do Trabalho e cobra R$ 2,7 milhões




O volante Elias acionou o Atlético na Justiça do Trabalho. Na ação, o ex-jogador alvinegro, que atualmente está sem clube, pede R$ 2.705.719,25 por atrasos salariais e multas rescisórias.

Contratado em fevereiro de 2017, ainda na gestão de Daniel Nepomuceno, Elias tinha um dos maiores salários do Atlético no ano passado – segundo a ação, o jogador recebia R$ 300 mil mensais -, conforme revelou o atual presidente do Atlético, Sergio Sette Câmara, na última semana, quando o mandatário também informou que o caso deveria se arrastar à Justiça.

“Ele vai ter que ir para a Justiça, porque nós não vamos fazer um acordo com o jogador nos termos que ele gostaria. Temos nossos termos, colocamos pra eles como poderia ser, na época não aceitaram. É uma coisa natural. Pode sair um acordo, mas tem que ser dentro daquilo que é a capacidade de pagamento do clube. Não vou fazer um acordo que não posso honrar”, disse.

Elias possuía contrato com o Atlético até 31 de janeiro deste ano, mas foi notificado pelo departamento jurídico do clube no dia 8, data da reapresentação do elenco para temporada 2020, que estava liberado.

A ação cobra:

– Pagamento dos salários e reflexos trabalhistas no valor de R$ 1.777.399,36 (sendo: R$ 600 mil referente aos meses de outubro e novembro de 2019, R$ 300 mil de 13º integral de 2019, R$ 77.419 referente a oito dias de dezembro, R$ 799.980,00 de férias acrescidas de 1/3 de 2019 em dobro)

– Pagamento de verbas rescisórias no valor de R$ 255.000 (sendo: R$ 230 mil referentes a 23 dias de janeiro de 2020, R$ 25 mil referentes ao 13º salário proporcional deste ano

– R$ 20,4 mil fundiários rescisórios

– R$ 300 mil multa rescisória

– R$ 352.919,90 de honorários advocatícios (no patamar máximo de 15% sobre o valor da causa).


Mais Notícias


Nossos Programas




Rua Pernambuco, 559 - 10º andar
Centro - Divinópolis/MG
Tel: 37 3229-9393