Brasil vai retirar vacina contra febre aftosa até 2020

Brasil está na etapa final do plano de erradicação da febre aftosa. Apenas três estados: Roraima, Amapá e Amazonas ainda não apresentaram atestado que comprova a eliminação da doença. A informação é do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento.

Uma das etapas do processo envolve mudanças na vacina contra a febre aftosa. Em 2018, ela deixa de ser trivalente: contra os vírus A, C e O; e passa a ser bivalente, com a retirada da proteção contra o vírus C. A ideia é remover de forma gradativa o produto do mercado.

A expectativa é de que até 2020 – com o reconhecimento da erradicação pela Organização Mundial de Saúde Animal – a vacina contra a febre aftosa deixe de ser aplicada em bovinos e bubalinos do país. (Fonte: Portal Brasil)