Poupança perde espaço, mas ainda é o investimento preferido dos brasileiros

Embora seja a principal opção de investimento dos brasileiros, a caderneta de poupança tem perdido espaço entre os poupadores ao longo dos anos.

Em 2016, a aplicação teve a preferência de 76% dos brasileiros que têm algum dinheiro guardado, mas o percentual já foi de 88% em 2012, ano que registrou os menores juros da história. Os dados são de levantamento da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e do Instituto Ipsos, que ouviu 1,2 mil pessoas em 72 municípios.

Em relação a 2015, a sondagem mostra estabilidade na parcela de famílias com algum dinheiro guardado (18%). Por faixa etária, a maior quantidade de brasileiros que poupam dinheiro de alguma forma está entre os que têm a partir de 60 anos (25%).